A TÉCNICA NA DANÇA CONTEMPORÂNEA E NO BALLET CLÁSSICO

Em Poços de Caldas/MG, durante a oficina ESPAÇO E ESPIRAIS– Torções, Giras e Tangentes.

Conversei um pouco com a turma depois das três horas de oficina e muitos relataram sobre o caminho que tracei para chegarmos na coreografia dançada em seu final.

 

Acho que neste momento eles entenderam o que quero dizer sobre a técnica a serviço da presença cênica.

Foram muitos exercícios que num primeiro momento pareciam desconectados e que uniram-se em um

saber só (o do corpo) na hora de aplicá-los.

O que importa é a busca da precisão pelo corpo e não somente da estética olhada de fora como algo inatingível a ser alcançado.

O pensamento matemático acerca do movimento tem seu valor e é percebido na forma de técnica, porém ela só não se basta, não vira dança. Ao percebermos este “movimento matemático” imbuído de sensações mais profundas e claras ao realizar, adentramos ao caminho feliz e prazeroso da presença na cena.

Sim, é possível! Pratique!

 

Gostou?

Quer ver mais vídeos de dicas sobre Dança e Flymoon?

Comente, compartilhe, dê suas sugestões e se tiver dúvidas não se acanhe que eu respondo!

Aguarde novos posts aqui no Blog DANÇA E SAÚDE

Te inscreve AQUI no canal do Youtube – para ver mais vídeos

Clique no banner aqui embaixo e faça o Download Gratuitamente dos meus materiais acerca do Universo da Dança e Flymoon.

Beijos de Deia